Após incêndio, SINDJUSTIÇA manifesta apoio a servidores de Iporá e volta a cobrar segurança nos fóruns

(Foto: Portal Oeste Goiano)

(Foto: Portal Oeste Goiano)

O SINDJUSTIÇA vem a público declarar solidariedade aos servidores do fórum de Iporá, que foi atacado e incendiado na madrugada deste domingo, 29. O incêndio criminoso queimou todo o gabinete do juiz Wander Soares Fonseca, da 2ª Vara Cível e Criminal, alcançando também a sala de audiências. Processos e equipamentos foram destruídos pelas chamas.

O sindicato lembra que fez vários alertas ao Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) quanto à segurança frágil das unidades judiciárias, que expõe servidores, magistrados e usuários da Justiça. Nas comarcas do interior, a situação é mais grave, principalmente para os plantonistas, que vão até os fóruns em fins de semana e feriados sem nenhuma garantia à integridade física dos mesmos.

Esperamos que medidas mais sérias sejam tomadas para resguardar a integridade física de todos os servidores do TJGO. Já alertamos, diversas vezes, o Tribunal e agora estamos numa situação em que desrespeitar a Justiça tornou-se costume dos malfeitores. (Fábio Queiroz, presidente do SINDJUSTIÇA)

O mais recente pedido por implementação de medidas de segurança foi protocolado em 15 de março, após invasão ao fórum de Rialma, ocasião em que bandidos tentaram resgatar armas e drogas apreendidas. Outro caso recente ocorreu em Cidade Ocidental. Na ocasião, o fórum sofreu ameaça de ataque à bomba.

O SINDJUSTIÇA se coloca à disposição dos servidores de Iporá e das demais comarcas, também expostas a inúmeras situações de risco.

Vire seu tablet para a

posição horizontal