Reestruturação de escrivanias é pauta de reunião entre SINDJUSTIÇA e juíza auxiliar da Presidência do TJGO

reuniao tjgo

A diretoria do SINDJUSTIÇA reuniu-se na tarde desta quarta, 25, com a juíza auxiliar da Presidência do TJGO, Sirlei Martins da Costa. Da reunião, cuja pauta foi a reestruturação das escrivanias do TJGO, participaram a presidente Rosângela Alencar, o vice-presidente Fabrício Duarte e o advogado do sindicato, Arthur Calixto.

“O sindicato, vigilante quanto à defesa dos direitos dos servidores, solicitou a reunião para esclarecimentos sobre os processos que serão adotados pela administração do TJGO para o processo de unificação das escrivanias determinadas pela resolução 113 do TJGO”, explica a presidente do SINDJUSTIÇA.

A juíza auxiliar da Presidência do TJGO esclareceu à diretoria do sindicato que esta reestruturação visa a nova dinâmica nos procedimentos internos de serventias visando maior eficiência na prestação jurisdicional. “A juíza afirmou que não haverá prejuízos aos servidores. Modificações e adequações internas devem ser apresentadas pelos Diretores de Fórum em PROAD específico de cada Comarca a ser apreciado pela administração do TJ”, acrescentou Rosângela Alencar.

“Mudanças neste aspecto já têm sido aplicadas em outros estados e a intenção da administração do TJ é expandir estes projetos a todas as Comarcas que em suas mensurações lhes sejam pertinentes”, destacou a presidente do SINDJUSTIÇA.

Até o momento os critérios utilizados foram comarcas de pouca entrância processual e defasagem de servidores e de magistrados. “Estamos acompanhando todo este processo, analisando a legalidade e a aplicação correta dos critérios objetivos e iremos acionar administrativamente o TJ nos casos de possíveis prejuízos a nós servidores”, declara Rosângela Alencar.

A resolução 113, de 11 de setembro, dispõe sobre a reestruturação das unidades judiciárias das comarcas de Acreúna, Anicuns, Aragarças, Bom Jesus de Goiás, Caiapônia, Campos Belos, Guapó, Itapuranga, Jussara, Mozarlândia, Padre Bernardo, Piracanjuba, Pirenópolis, Pires do Rio e São Miguel do Araguaia.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINDJUSTIÇA | Ampli Comunicação

Vire seu tablet para a

posição horizontal