Em assembleias, categoria aprova novo Estatuto e prestação de contas e abre discussão sobre alterações no Regimento Eleitoral

assembleia geral 1

Os servidores filiados ao SINDJUSTIÇA reunidos em assembleias gerais neste sábado aprovaram, por unanimidade, alterações no Estatuto da entidade e a prestação de contas da gestão no período de maio a dezembro de 2018. Na terceira assembleia de hoje (6) – que permanece aberta por deliberação dos servidores -, a categoria iniciou as discussões em torno de mudanças no Regimento Eleitoral. Com a aprovação do novo texto do Estatuto, fica autorizada a realização de assembleias gerais do SINDJUSTIÇA por meio eletrônico, dentre outras mudanças.

A Diretoria do sindicato lembrou aos servidores que as alterações no estatuto aprovadas hoje começaram a ser discutidas ainda em 2013. Nestes seis anos, houve a coleta de sugestões dos filiados nas comarcas do estado, instituição de comissão para analisar a proposta e, no ano passado, encaminhada minuta ao Departamento Jurídico para avaliação e adequações à legislação vigente.

Já a assembleia que aprovou o novo estatuto neste sábado é a continuidade das assembleias realizadas nos dias 25 de outubro e 15 dezembro do ano passado (leia mais). O texto final será disponibilizado aqui no site após registro em cartório.

A presidente Rosângela Alencar lembrou que foi em seu primeiro mandato que o diálogo com a categoria para a alteração do estatuto, que se concretizou hoje, teve início. “As mudanças no texto são necessárias e importantes para todos nós filiados. O novo estatuto fortalece nossas ações institucionais na defesa dos direitos da categoria”, frisou.

Além de autorizar a realização de assembleias de modo virtual, alguns dos outros pontos alterados destacados pela Diretoria são relacionados aos artigos que tratam da composição do Conselho Deliberativo; possibilidade de filiação ao SINDJUSTIÇA de categoria que dispõe de outra entidade sindical; dentre outros. Importante ressaltar que o percentual de desconto para filiação, de 1,5%, permanece o mesmo.

Quanto à mudança relacionada à forma de realização das assembleias, a Diretoria do sindicato reforçou a importância da mudança para oportunizar maior participação dos servidores nas reuniões. “Há comarcas distantes 600 quilômetros de Goiânia. Há riscos, inclusive, para os servidores que pegam a estrada para vir a Goiânia”, pontuou o vice-presidente Fabrício Duarte. Outro aspecto importante relacionado a esta alteração diz respeito à redução de despesas do sindicato com a realização de assembleias, como a assembleia eleitoral, por exemplo, de alto custo.

Regimento Eleitoral
Abertas hoje as discussões sobre o Regimento Eleitoral do sindicato, a categoria voltará a se reunir para aprovação das alterações que estão em análise. “Participem, apresentam críticas construtivas e sugestões para que possamos adequar nosso regimento à realidade atual do sindicato”, reforçou a presidente Rosângela Alencar.

assembleia geral 2

Prestação de contas
Presentes à Assembleia Geral Ordinária de prestação de contas da entidade, os membros do Conselho Fiscal demonstraram todos os dados referentes às receitas e despesas do SINDJUSTIÇA no período de maio a dezembro de 2018, apresentando parecer pela aprovação. Na sequência, os servidores filiados presentes na assembleia aprovaram por unanimidade as contas do sindicato.

Compareceram às assembleias servidores das comarcas de Goiânia, Goianápolis, Goianira, Itumbiara, Anápolis, Senador Canedo, São Domingos, Cocalzinho, Santo Antônio do Descoberto, Caiapônia, Rio Verde e Araçu.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINDJUSTIÇA | Ampli Comunicação

Vire seu tablet para a

posição horizontal