Presidente do TJGO acena com abertura de diálogo com o Executivo para viabilizar aplicação do mandado de injunção e aprovação do PCS

(Foto: arquivo/março 2017)

(Foto: arquivo/março 2017)

A presidente do SINDJUSTIÇA, Rosângela Alencar, e o vice-presidente Fabrício Duarte reuniram-se hoje (20) com o desembargador Gilberto Marques Filho para tratar da tramitação do novo Plano de Cargos e Salários da categoria e da aplicação do mandado de injunção, do qual a entidade saiu vitoriosa em votação da Corte Especial em setembro. O objetivo da diretoria foi o de buscar um posicionamento oficial do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás quanto a temas extremamente caros à categoria. No encontro, o presidente do TJGO se prontificou a agendar reunião com o governador Marconi Perillo para tratar dos temas.

“Buscamos esclarecer e sensibilizar o desembargador Gilberto Marques da necessidade de que os efeitos dessas medidas ocorram ainda em 2017, tendo em vista as contínuas perdas e dificuldades pelas quais passam a categoria dos servidores da Justiça estadual. De parte do presidente do TJ, houve grande disposição em aprofundar o diálogo aberto com o Executivo com o objetivo de viabilizar nossas demandas, que são justas e inadiáveis”, destacou a presidente Rosângela Alencar.

Orçamento
Para que efeitos do PCS – após sua devida aprovação na Assembleia Legislativa de Goiás – e do mandado de injunção sejam implementados ainda este ano, há a necessidade de se aprovar suplementação orçamentária que comporte tais despesas adicionais. No caso de aplicação a partir de 2018, é necessário, por outro lado, que haja aprovação do orçamento encaminhado pelo Executivo à Alego, que tramita naquela casa legislativa.

Vire seu tablet para a

posição horizontal