A CASA DO SERVIDOR DA JUSTIÇA

Noticias | Informe-se

Sindjustiça pede ao TJGO providências para assegurar condições de trabalho em Taquaral de Goiás

A situação de precariedade e a falta de condições de trabalho enfrentadas pelos servidores da comarca de Taquaral de Goiás foram objeto de expediente protocolado pelo Sindicato dos Servidores e Serventuários da Justiça do Estado de Goiás (Sindjustiça) na última sexta-feira (1º), endereçado ao desembargador Leobino Valente Chaves, presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO).

Em visita àquela comarca no mês passado, representantes do Sindjustiça compilaram as reivindicações apresentadas pelos servidores e pelo delegado sindical Renato Antônio de Souza, acerca do estado precário das instalações do prédio do Fórum local e a falta de espaço adequado para o atendimento e desenvolvimento dos serviços forenses. Segundo Renato, as serventias e setores administrativos estão ocupando o mesmo espaço e o Tribunal do Júri está servindo também como arquivo e sala de audiências, o que vem causando transtornos na execução dos serviços e no atendimento realizado naquela unidade judiciária.

Além das péssimas condições de infra-estrutura, os servidores também têm enfrentado dificuldades no desenvolvimento das atividades judiciárias, em virtude de equipamentos de informática defasados, dificuldade de acesso à internet e a constante queda e instabilidade do Sistema de Primeiro Grau. Ainda segundo relato do delegado sindical, o lanche e a água estão sendo custeados pelos próprios servidores e, na falta de uma copa ou espaço de convivência, ‘os servidores lancham em um cubículo’.

No expediente protocolado junto ao TJGO, o Sindjustiça pede à Corregedoria Geral da Justiça de Goiás providências para sanear os problemas detectados naquela comarca, a fim de possibilitar melhores condições de trabalho aos servidores e, assim, resguardar a efetividade na prestação jurisdicional naquele juízo.

Confira aqui o inteiro teor da solicitação.