FENAJUD ajuiza procedimento no CNJ contra assédio moral nos Tribunais

A FENAJUD – Federação Nacional dos Servidores do Judiciário dos Estados ingressou com Pedido de Providências no Conselho Nacional de Justiça para que o combate ao assédio moral praticado contra servidores de Tribunais seja inserido no Planejamento Nacional Estratégico do Poder Judiciário.

Segundo a FENAJUD, o pedido número 0005824-81.2011.2.00.0000 se fundamenta no princípio constitucional de que é dever do Estado brasileiro proteger a dignidade da pessoa humana, assim como combater e promover o bem de todos, sem preconceitos de sexo, raça, crença, idade e/ou qualquer outro tipo de discriminação.

De acordo com Maria José Silva “Zezé”, presidente da Federação, “é preciso dar um basta no assédio moral, porque o servidor precisa ser respeitado, ter preservada a sua saúde e assim prestar um serviço de qualidade à população”, declarou a sindicalista.

Confira aqui e confira o inteiro teor do Pedido de Providência

[com informações do portal da FENAJUD]

Vire seu tablet para a

posição horizontal