Vice-presidentes do SINDJUSTIÇA visitam a Comarca de Trindade

trindade jpeg

O Sindjustiça continua na estrada levando informações e buscando mais contato com os servidores do interior. Na tarde de ontem (02/07), o sindicato foi até a comarca de Trindade ouvir as necessidades da categoria e atender seus questionamentos. A reunião contou com a presença dos vice-presidentes Fabrício Duarte, Luzo Gonçalves e Eduardo Faria.

Os principais assuntos tratados na visita foram a necessidade de implementação do auxílio-saúde, pleito sempre reiterado pelo sindicato; a continuidade da companha de filiação da entidade e a necessária reestruturação do Plano de Cargos e Salários (PCS). Segundo o vice-presidente de Assuntos Jurídicos, Luzo Gonçalves, “o objetivo é mudar a estrutura da carreira. Hoje temos um avanço só na vertical. Queremos que esse avanço seja vertical e horizontalmente, como no projeto apresentado do plano de carreira.”

O filiado e delegado sindical da comarca de Trindade, Marcelo Marques, ressaltou a importância do sindicato visitar fisicamente o interior. “O pessoal cobra muito sobre o que está acontecendo e às vezes o delegado não consegue sanar todas as dúvidas dos servidores locais.” Marcelo Marques completou, reforçando sobre o trabalho feito pelos setores da entidade, dando apoio ao filiado em vários âmbitos. “Sempre fomos muito bem atendidos, sempre que precisamos o sindicato estava presente.”

Temas como o auxílio-remoto também foram esclarecidos aos servidores. O Tribunal de Justiça de Goiás está fazendo testes sobre esse modo de trabalho, sem que afete fisicamente a vida do servidor.

Leia mais sobre o tema aqui.

Sobre o assunto, o vice-presidente Fabrício Duarte explicou que “os servidores passam a trabalhar em outras comarcas através do auxílio-remoto, ou seja, ele estará no seu local de trabalho, fazendo o serviço que lhe foi destinado. Essa é uma alternativa para não sobrecarregar comarcas que têm um fluxo de trabalho mais intenso no Estado.”

O SINDJUSTIÇA visita a comarca com intuito de saber mais sobre as necessidades locais. É imprescindível esse contato com os filiados, para assim, atender as necessidades específicas de cada comarca. “É importante que vocês sigam os canais oficiais do sindicato, que são fonte de informação verídica para os servidores”, completou o vice-presidente Eduardo Faria.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINDJUSTIÇA | Ampli Comunicação

Vire seu tablet para a

posição horizontal