SINDJUSTIÇA soluciona junto ao TJ questão relacionada à revista de servidores e cobra tratamento igualitário para capital e interior

reuniao comissao de seguranca
Em reunião com o presidente da Comissão de Segurança do TJGO nesta manhã (27), desembargador Gerson Santana Cintra, os vice-presidentes Fabrício Duarte e Mara Cristina reivindicaram tratamento de segurança igualitário em todas as comarcas de Goiás. Nos últimos dias, o SINDJUSTIÇA recebeu reclamações dos filiados por intensa revista quando do acesso aos locais de trabalho.

O desembargador Gerson Santana Cintra assinou ofício suspendendo a exigência de os servidores se submeterem à revista de bolsas e pertences pessoais pelo aparelho detector de metais nos acessos de trabalho desde que apresentem a carteira funcional. Clique aqui e leia a determinação do desembargador.

Na ocasião, o SINDJUSTIÇA protocolizou pedido (PROAD nº 201902000157165) para que a mesma determinação seja estendida a todas as comarcas de Goiás, uniformizando o tratamento aos servidores da capital e do interior.

“É muito importante que não haja diferenciação de tratamento nas comarcas. O Judiciário é um só em todo o Estado”, afirmou a vice-presidente Mara Cristina. Na ocasião, também foi ressaltada a importância de se orientar os diretores de Foro sobre as medidas adotadas pela Comissão de Segurança.

Durante a reunião, o vice-presidente Fabrício Duarte ressaltou a necessidade de o TJ realizar estudos visando implementar sistemas de segurança mais eficazes e de menor custo para o Tribunal. “Um dos maiores gastos do TJ é com segurança. Se estes são minimizados de forma eficiente, a economia gerada poderia ser melhor distribuída entre áreas carentes de melhoria”, destacou Fabrício Duarte.

O desembargador Gerson reforçou seu interesse em trabalhar em apoio aos serventuários. “Nós somos uma família. O que eu puder fazer para melhorar a vida do servidor, eu farei.”

O SINDJUSTIÇA reforça a importância de os servidores portarem sua CARTEIRA FUNCIONAL para adentrarem no local de trabalho sem exigência de prévia revista.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINDJUSTIÇA | Ampli Comunicação

Vire seu tablet para a

posição horizontal