SINDJUSTIÇA e Prevcom se reúnem e preparam evento para esclarecer dúvidas dos servidores

previcomBuscando maior esclarecimento dos questionamentos de servidores e serventuários do TJGO, o SINDJUSTIÇA se reuniu hoje (12/02) com a diretoria da Prevcom-BrC com o objetivo de viabilizar a realização de uma palestra sobre o plano de previdência. Idealizada pelo SINDJUSTIÇA, o evento será presencial e também transmitido pelos meios digitais, levando o conteúdo aos servidores que estão nas comarcas do interior do Estado e que não puderem comparecer. Data e local serão informados posteriormente.

“É muito importante que o servidor público que entrou a partir da data de corte – 07/07/2017 – se informe sobre o plano”, afirmou a presidente Rosângela Alencar durante a reunião com a diretoria da Prevcom. A partir de julho de 2017, a entrada no plano é automática, mas a permanência é facultativa

O diretor de administração da fundação, Edson Ronaldo, reforçou o quão importante é a realização de uma reunião para, de forma didática, por meio de números, gráficos, vídeos e uma mesa de discussão explorar ainda mais sobre o plano previdenciário para os servidores do TJGO. Mesmo que a permanência no plano seja facultativa, o diretor ressaltou a necessidade de os servidores tomarem conhecimento aprofundado do modelo.

A Prevcom-BrC é uma Fundação de Previdência Complementar que atende todos os poderes de Goiás, sendo o Judiciário o último a aderir ao plano. O vice-presidente do SINDJUSTIÇA Fabrício Duarte, que acompanhou a reunião, reforçou a necessidade de as informações serem transmitidas com extrema transparência aos servidores, já que todos acabam sendo expostos a muitas informações equivocadas.

“O servidor quer saber como o dinheiro dele será administrado e quais as vantagens em aderir ao programa”, ponderou o vice-presidente. Segundo a fundação, o Estado não pode intervir nesta gestão, pois trata-se de um contrato civil previdenciário entre a fundação e o trabalhador.

A diretoria do SINDJUSTIÇA sugeriu que a fundação participasse dos ritos de entrada dos servidores, havendo sempre uma palestra ou um responsável pela Prevcom para esclarecer as dúvidas de todos que ingressam no Poder Judiciário. “O servidor precisa ter conhecimento de como será sua aposentaria”, reforçou a presidente Rosângela.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SINDJUSTIÇA

Vire seu tablet para a

posição horizontal