SINDJUSTIÇA tem prestação de contas aprovada em assembleia da categoria

ASSEMBLEIA 2

A prestação de contas do SINDJUSTIÇA referente ao período de março de 2016 a fevereiro de 2017 foi aprovada por unanimidade pelos filiados à entidade, tendo parecer favorável do Conselho Fiscal. Em Assembleia Geral Ordinária realizada no auditório do TJGO nesta quinta-feira (17), o ato se deu em segunda convocação, às 13h15, com presença de filiados da capital e do interior. A pauta da reunião foi apresentada pelo vice-presidente de Secretaria, Comunicação, Divulgação e Imprensa do SINDJUSTIÇA, Fabrício Duarte de Sousa.

O conselheiro fiscal Cleuvimar Selvo Peres esclareceu aos filiados presentes os investimentos e gastos da administração do SINDJUSTIÇA neste período. Na ocasião, os servidores também aprovaram, por unanimidade, a diferenciação, pelo SINDJUSTIÇA, de seus filiados em relação ao cumprimento de suas obrigações, tendo direito a voz e voto em assembleias apenas aqueles que estiverem em dia com seus deveres, como, por exemplo, o pagamento de convênios usufruídos.

PCS

Durante a assembleia, a administração repassou informes gerais relacionados a assuntos de interesse da categoria, como o Plano de Cargos e Salários. A presidente do SINDJUSTIÇA, Rosângela Ramos de Alencar, esclareceu que o projeto ainda não foi apresentado aos filiados pois a minuta não foi finalizada. “Reunimos-nos ontem (16) com o desembargador Itamar de Lima e ele afirmou que o texto nos será apresentado dentro do mês de agosto”, disse.

O departamento jurídico do SINDJUSTIÇA esclareceu situação do mandado de injunção impetrado pelo sindicato visando ao pagamento da data-base de 2016, que foi protocolizado logo após a manutenção do veto do governo do Estado à matéria pela Alego. A diretoria do sindicato reiterou o convite aos servidores do Judiciário para fazerem-se presentes na Corte Especial no dia 23 de agosto, a partir das 13 horas, para acompanharem a pauta da sessão desta data, que deliberará a questão.

A revista aos servidores nas unidades do Judiciário também foi assunto discutido durante a assembleia. Fabrício Duarte esclareceu que o SINDJUSTIÇA é favorável a toda medida que vise a segurança do servidor, desde que não haja desrespeito ao trabalhador. Segundo o vice-presidente do sindicato, também em reunião com o desembargador Itamar Lima, foi pontuado que a medida será aprimorada.

Vire seu tablet para a

posição horizontal