Em pleito do SINDJUSTIÇA, Diretoria-Geral do TJGO determina levantamento de servidores que se encaixam em grupos prioritários do pagamento da URV

urv-informe

A Diretoria de Recursos Humanos do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) vai realizar levantamento de servidores, ativos e inativos, bem como de ex-servidores, para analisar prioridade e antecipação de pagamentos da URV.

O mapeamento foi determinado pelo Diretoria-Geral do TJGO, na solicitação de adiantamento do pagamento da URV para grupos prioritários protocolada pelo SINDJUSTIÇA no dia 9 de junho. 

No despacho, a Diretoria-Geral determina que sejam relacionados os trabalhadores que possuem valores menores a receber, sendo 20 salários mínimos o limite máximo para pagamento de requisição de pequeno valor, de acordo com o art. 3º, da Lei Estadual nº 17.034/2010; servidores com mais de 60 anos de idade, para os fins da prioridade estabelecida pelo Estatuto do Idoso; e servidores portadores de doenças graves ou deficiência, de acordo com o Estatuto da Pessoa com Deficiência e a Resolução nº 115/2010 do CNJ.

A solicitação de adiantamento do pagamento da URV para grupos prioritários foi protocolada pelo SINDJUSTIÇA, junto ao TJGO, sob o nº 201706000041058 – PROAD.

Vire seu tablet para a

posição horizontal