Com participação do SINDJUSTIÇA, Fenajud cria o Fórum de Combate à Violência ao Trabalhador

Presidente Rosângela Alencar participou nesta semana do Conselho de Representantes da Fenajud

Presidente Rosângela Alencar participou nesta semana do Conselho de Representantes da Fenajud

Terminou na noite desta quarta-feira (05) o Conselho de Representantes (CR) da Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados), em Brasília (DF), com uma importante decisão: será criado o Fórum de Combate à Violência ao Trabalhador, em âmbito nacional, com a participação de sindicatos filiados à Fenajud de todas as regiões – para garantir segurança e qualidade de vida a todos os trabalhadores e trabalhadoras do judiciário estadual. A presidente do SINDJUSTIÇA, Rosângela Alencar, participou ativamente das discussões em torno da temática relacionada à violência contra os trabalhadores, com importantes contribuições a serem colocadas em prática pelo fórum.

No total, o Fórum vai debater três eixos – que permeiam o cotidiano dos trabalhadores do judiciário estadual. O primeiro grupo vai tratar sobre a “Saúde do Trabalhador – Condições precárias – riscos à saúde e de acidentes”. O segundo grupo vai debater sobre a segurança nos fóruns e os riscos externos dos trabalhadores da justiça – Segurança interna e externa – Porte de armas”. O último grupo tem como foco “Assédio moral e perseguição do trabalhador e dirigentes sindicais”.

Os Grupos de Trabalhos (GTs) estarão sob o acompanhamento de pelo menos dois diretores da Fenajud e contarão com membros das entidades filiadas. As atividades serão iniciadas em breve, com data a ser definida junto aos membros de cada GT. As propostas serão discutidas e apresentadas no Fórum Nacional.

“Com o início destas atividades e os resultados das valorosas discussões, a Fenajud reafirma seus compromissos na defesa dos direitos dos trabalhadores e combate as propostas contidas nas Reformas da Trabalhista e Previdência, e a precarização através da Terceirização Irrestrita”, disse Luiz Fernando, presidente da Federação.

Além disso, para a diretoria da Federação, com a criação do Fórum, a Fenajud reafirma seu posicionamento firme na luta pela democratização e contra o desmonte do judiciário, questionando as consequências negativas com a implantação de resoluções como a 219/243 e outras do CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

Agenda 2º semestre

Além da criação do Fórum de Combate à Violência ao Trabalhador, os representantes sindicais presentes votaram pela realização de quatro atividades no segundo semestre:

– Encontro de Comunicação da Fenajud – será realizado entre os dias 31 de agosto e 02 de setembro, em Belo Horizonte (MG);

– Seminário de Formação Sindical – será realizado entre os dias 19 e 21 de outubro, em Rondônia;

– Conselho de Representantes e Coletivo Jurídico – será realizado entre os dias 09 e 11 de novembro, no estado da Paraíba.

Vire seu tablet para a

posição horizontal