Pleito do SINDJUSTIÇA, Corte Especial aprova extensão da licença-paternidade

licença-paternidade

Foi aprovada, nesta segunda-feira (26), por unanimidade, pela Corte Especial do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), a resolução que prevê  o aumento de 5 para 20 dias do período da licença-paternidade prevista aos servidores do Judiciário.

A sessão da Corte Especial que aprovou a normativa foi acompanhada pela presidente do SINDJUSTIÇA, Rosângela Alencar, e pelo vice-presidente para assuntos Esportivos e Socioculturais, Eduardo Faria Araújo.

A resolução, quando publicada, trará isonomia aos servidores em relação aos profissionais de tribunais superiores e do Ministério Público. A licença de 20 dias será válida para os casos de nascimento, adoção ou obtenção de guarda judicial para fins de adoção. A prorrogação ocorrerá sem prejuízos nos vencimentos dos servidores.

Para a presidente do SINDJUSTIÇA, será, ainda, uma oportunidade de garantir aos servidores condições para proteção absoluta de suas famílias e de convivência harmônica com os filhos e demais entes queridos.

“Essa é mais uma vitória dos servidores da Justiça, que agora terão tempo para dedicarem aos seus filhos nos primeiros dias de vida. Nosso trabalho é lutar pelo bem-estar dos trabalhadores, que tanto se empenham para manter o bom funcionalismo do Judiciário goiano”, frisou Rosângela Alencar.

Vire seu tablet para a

posição horizontal