Em carta, SINDJUSTIÇA agradece envolvimento dos servidores no manifesto em defesa dos direitos da categoria

carta-editadaA Diretoria do SINDJUSTIÇA agradece aos servidores da Justiça de Goiás que se engajaram com o sindicato, nesta quinta-feira (22), no ato contra os textos atuais do PLC 54/2016 e da PEC 241/2016, que tramitam, respectivamente, no Senado Federal e na Câmara dos Deputados. Ambos preveem medidas agressivas ao funcionalismo público, como a dispensa do servidor por baixo desempenho, para viabilizar a renegociação das dívidas dos Estados com a União e o novo Regime Fiscal, incluindo a reforma da Previdência.

Foi inspirador o sentimento de união dos trabalhadores nesse manifesto. De Norte a Sul do Estado, servidores de diferentes comarcas disseram um contundente NÃO à desvalorização do funcionalismo público. Os dois projetos, de autoria do governo federal, foram repudiados com firmeza nas unidades judiciárias de Goiás.

Na capital e no interior, os servidores deram uma lição de enfrentamento àquelas propostas absurdas, que abrem caminho até para o congelamento dos reajustes salariais e para a interferência do Poder Executivo na autonomia financeira do Poder Judiciário. O exemplo de coletividade dos trabalhadores nos inspira a permanecer firme nessa luta.

O SINDJUSTIÇA, que convocou a paralisação simultânea dos servidores, reconhece o empenho dos profissionais da capital e das diversas cidades do Estado. A cada foto enviada pelas comarcas aos canais de comunicação do sindicato, foi possível perceber a seriedade, compromisso e zelo dos servidores com essa causa da categoria.

Servidor e servidora, permaneça firme e vigilante nessa luta. Após a Câmara Federal retirar do texto do então PLP 257/2016 (hoje PLC 54), o dispositivo que autorizava o congelamento dos nossos salários por dois anos, como resultado de mobilização do SINDJUSTIÇA, da Fenajud e outras entidades de classe, o Congresso Nacional conheceu a força da categoria dos servidores do Judiciário. Portanto, é possível vencermos de novo essa batalha. Basta crer e lutar. Acredite. Nós venceremos.

Veja a cobertura das paralisações nas comarcas goianas.

Diretoria do SINDJUSTIÇA

Vire seu tablet para a

posição horizontal